Tecnologia pessoal Amazon inicia venda do Kindle Paperwhite no Brasil

São Paulo – A Amazon inicia, nesta terça-feira (19), as vendas do Kindle Paperwhite no Brasil, o mais avançado leitor de livros eletrônicos da companhia americana. Além do Paperwhite, está disponível no país apenas o modelo antigo do leitor, chamado simplesmente de “Kindle” e comercializado por 299 reais.

Segundo Alex Szapiro, vice-presidente da Amazon para Kindle no Brasil, o novo modelo Paperwhite foi desenhado para usuários que leem muitos livros, definidos por ele como “heavy readers”.  “É um e-reader que permite ao usuário ler no claro, no escuro e por longas horas sem se sentir cansado”, afirma Szapiro.

Entre as evoluções do Paperwhite em relação ao Kindle já vendido no Brasil está a tela sensível ao toque capacitiva e a existência de um só botão físico, para ligar e desligar o aparelho.  Além disso, o Paperwhite estreia o recurso de iluminação frontal do leitor, o que permite ao usuário ler no escuro ou compensar a iluminação ambiente ajustando o brilho da tela. As versões anteriores do Kindle não possuem iluminação própria.

Ao contrário de um tablet, em que as lâmpadas de LED iluminam a tela lançando a luz na direção do olhar do usuário, o Paperwhite usa uma tecnologia patenteada pela Amazon que projeta o fluxo luminoso lateralmente.  “Por trás da tela do Paperwhite há uma fibra óptica esticada, que ilumina o leitor de forma lateral, com o objetivo de não cansar os olhos do usuário”, diz Szapiro.

No Brasil, o modelo Wi-Fi do Paperwhite custará 479 reais, já a versão com suporte a redes 3G custará 699 reais. Este último modelo permite ao usuário baixar livros a partir de qualquer local com sinal de rede móvel sem a necessidade de pagar pela conexão. “Em sessenta segundos você baixar qualquer livro pela conexão 3G”, diz Szapiro.  O 3G, no entanto, permite apenas o download de livros e o acesso a sites restritos, como a Wikipedia e alguns dicionários online.

Atualmente, os modelos Kindle estão à venda em quiosques físicos da Amazon em shoppings de São Paulo e Rio de Janeiro, nas unidades da Livraria da Vila além de parceiros de e-commerce, como a loja online do Ponto Frio.

De acordo com o executivo da Amazon, a companhia deve estrear no país até o final deste ano também a venda do modelo Fire, que funciona como um tablet e se tornou um dos eletrônicos mais vendidos do mercado americano em 2012, impulsionando o mercado a produzir competidores com tela de sete polegadas, tamanho explorado pelo Kindle Fire. Nos Estados Unidos, a Amazon vende 4 modelos do Fire, com telas de 7 e 8.9 polegadas e resolução regular ou HD. “Ainda este ano estreamos os modelos Fire no Brasil”, diz Szapiro.

Um dos responsáveis pela demora no lançamento do Fire no Brasil pode ser a dificuldade da Amazon em fechar parcerias com produtores de vídeos e música ou licenciar os acordos que já possui nos Estados Unidos para o mercado brasileiro.  Além da estreia do Fire, há muitos rumores sobre o início da operação de e-commerce da Amazon no Brasil. “São rumores e sobre isso não tenho nada a comentar”, diz Szapiro.

Fonte: info

Compartilhe