Frequência é o principal motivo para o cancelamento de e-mails de varejistas

O envio de e-mails em excesso é um fator extremamente negativo para os varejistas, sendo, inclusive, o principal motivo que leva os consumidores a cancelar o recebimento. É o que afirma dados da pesquisa desenvolvida pela BlueHornet e Flagship Research.

Segundo o estudo, em 2012, os fatores – grau de importância e frequência – dividiram quase que igualitariamente o posto dos principais motivos dos descadastramentos, com 31,4% e 30,4% respectivamente.

No entanto, neste ano a frequência assumiu a liderança, reflexo do aumento do volume de e-mails, já que, segundo um estudo realizado recentemente, para quatro, em cada dez consumidores, mais da metade das mensagens recebidas vêm das empresas.

Ainda assim, o relatório sugere que as companhias podem criar estratégias para evitar a referida perda de clientes, oferecendo, por exemplo, uma alternativa opt dow no momento do descadastramento, como mudanças na frequência, nos assuntos, etc… Diante dessa possibilidade, 47,1% dos entrevistados afirmaram que a utilizariam sempre (20,3%) ou ocasionalmente (26,8%), o que diminuiria o número de cancelamentos.

O estudo mostra ainda que entre as principais razões para se cadastrar em mailings de varejistas, o recebimento de descontos foi, em disparado, o motivo mais citado pelos participantes, (83,5%), seguido pela lealdade à marca (7%), obtenção de atualizações de produtos e serviços (6,4%) e a participação nas pesquisas de produtos (3,1%).

Em decorrência desta quase unanimidade, os descontos também seguem como a principal razão para muitos consumidores abrirem e lerem um e-mail enviado por uma marca de varejo, – 45,4% dos entrevistados citaram o campo “assunto” mencionando descontos ou ofertas especiais como o fator mais provável a lhes fazer ler um e-mail. Para outros 35,7%, a menção de um produto que lhes interesse é o mais importante.

Fonte: ecommercenews

Compartilhe