EUA fizeram até 5 mil pedidos de dados de clientes à Apple

Autoridades norte-americanas fizeram cerca de 5 mil pedidos de dados de clientes à Apple nos últimos seis meses, segundo a fabricante do iPhone.

A empresa da maçã informou que pediu permissão ao governo dos EUA para divulgar o número de demandas, recebidos entre dezembro de 2012 e maio de 2013.

20120531145415
Os pedidos mais comuns vieram de policiais que investigam roubos e outros crimes, desaparecimento de crianças ou de pacientes com Alzheimer, e tentativas de suicídios.

A Apple ainda declarou que as conversas do iMessage e FaceTime são “protegidas por criptografia de ponta a ponta, para que ninguém além do emissor e receptor possam ver ou ler”. A companhia é proibida de descriptografar os dados.

Fonte: Olhar Digital.

Compartilhe