Turquia intima Twitter a abrir escritório no país

Desde a Primavera Árabe, em 2010, o Twitter vem sendo apontado como importante ferramenta de comunicação por manifestantes ao redor do mundo  inclusive, atualmente, no Brasil. E, numa aparente tentativa de frear o potencial da rede de microblogs nos eventos do país, a Turquia pediu à empresa que monte um escritório por lá.20120725112141

“Dissemos para as mídias sociais que se você opera na Turquia deve respeitar a legislação turca”, informou o ministro de Transportes e Comunicações, Binali Yildirim, segundo a Reuters.

No começo das manifestações anti-governo, a mídia local ignorava os ocorridos, mas serviços como Twitter e Facebook foram fundamentais para levar ao mundo o que estava acontecendo. O primeiro-ministro turco, Tayyip Erdogan, chegou a descrevê-los como um “flagelo” usado para disseminar mentiras.

Durante essa leva de protestos, dezenas de pessoas foram presas no país sob suspeita de incitar tumultos por meio das redes sociais.

Fonte: Olhar Digital.

Compartilhe