BOMBA! Activision Blizzard voltará a ser independente

No final de 2007 chegou à imprensa a notícia de que a Vivendi Univrsal estava adquirindo a Activision, numa operação que daria vida à maior empresa de games do planeta. Tudo ia muito bem, até que no ano passado o conglomerado francês mostrou-se insatisfeito com o negócio e começaram a surgir especulações de que poderia haver uma separação, o que agora sabemos que realmente acontecerá.

2013072620130726activision_26.07.13

Segundo um artigo publicado pelo jornal New York Times, a própria Activision Blizzard comprará 429 milhões de ações junto a Vivendi, negócio que custará US$ 5,83 bilhões aos cofres da empresa. Ao mesmo tempo, um grupo de investidores conhecido como ASAC II – chefiado por Boby Kotick, CEO da editora e Brian Kelly, co-presidente – ficará responsável por investir mais US$ 2,34 bilhões em outras 172 milhões de ações.

A expectativa é de que o negócio que totalizará US$ 8,17 bilhões seja concluído em setembro, quando os dois executivos que investiram US$ 100 milhões do próprio bolso ocuparão o mesmo cargo, embora no novo grupo de investimento e a Vivendi por sua vez passará a controlar apenas 12% das ações da Activision, com o ASAC II (que ainda tem como investidores a chinesa Tencente e as firmas Leonard Green & Partners e a Davis Advisors) tornando-se então o acionista majoritário, com 24,9%.

Kotick aproveitou para dizer que “essa transação será uma tremenda oportunidade para a Activision Blizzard e todos os seus acionista, incluindo a Vivendi” e não teve medo de prever que “eles deverão sair disso ainda mais fortes, como uma companhia independente com o melhor portfólio de franquias.” Além disso, como a manobra lhes permitirá ficar com mais de US$ 3 bilhões no caixa, a estabilidade financeira da companhia estaria garantida.

Mas e para os jogadores, o que essa mudança poderia significar? Particularmente eu acredito que pouco, afinal estamos falando de uma empresa gigantesca que até onde sei, praticamente não sofria interferência da Vivendi, mas na teoria essa independência poderia significar um maior investimento na criatividade e num melhor relacionamento com os consumidores, o que em se tratando da Activision eu custo a acreditar.

Fonte: Meio Bit

Compartilhe