Chromecast: Google integra web e TV

No evento de hoje, em San Francisco, na Califórnia, o Google lançou o novo Nexus 7, segunda geração do seu bem sucedido tablet e também a última versão do Android Jelly Bean (assim esperamos, e que venha logo o Key Lime Pie). Mas, no melhor estilo “one last thing“, imortalizado pelo eterno Steve Jobs, foi apresentado no final do evento o novo dispositivo de streaming de conteúdo web para TVs. E assim veio ao mundo o pequeno notável Chromecast.

20130725chromecast_1

O Chromecast torna possível o envio de conteúdo de mídia direto para sua TV, sem a necessidade de um “set top box”, como Apple TV ou Roku. O pequeno dispositivo, movido a Chrome OS e um pouco maior do que uma pendrive, é espetado diretamente na sua HDTV. A grande diferença do Chromecast é a entrega imediata do conteúdo que você consome na web, diretamente para sua TV, seja smartphone, tablet ou seu laptop. Trocando em míudos, é possível transferir um filme que estiver sendo assistido no Netflix do seu smartphone para uma TV com o Chromecast. Simples assim. É mais ou menos como o Airplay do iOS, porém sem a parte capada pela Apple.

Não é a primeira e nem a segunda tentativa do próprio Google em tornar a TV em uma plataforma de acesso a conteúdo web. Hoje o mercado de televisores está inundado de smart TVs que podem fazer quase o mesmo que o Chromecast faz. A questão é que estes dispositivos sempre erram nos mesmos pontos: interface gráfica confusa, dispositivo de entrada incompatível (geralmente um controle remoto) e desempenho sofríveis. Pelo que foi apresentado, o Chromecast elimina a necessidade de um intermediário entre a web e a TV de forma rápida, simples e pela interface da qual você já usa constantemente. Mais uma boa novidade: o conteúdo exibido na TV não interfere no uso de seu smartphone, sendo possível até mesmo atender chamadas sem precisar interromper o streaming.

Fonte: Meio Bit

Compartilhe