Cientistas conseguem “silenciar” cromossomo responsável pela Síndrome de Down

Uma pesquisa realizada por uma equipe de cientistas da Universidade de Massachusetts apresentou os primeiros resultados de uma técnica que pode no futuro ajudar no tratamento de portadores de trissomia, anomalia em que um indivíduo possui três e não dois cromossomos de um par, sendo a trissomia do cromossomo 21 a mais conhecida, causadora da Síndrome de Down.

20130718gogoni-cromossomo-21-down

No estudo publicado na Nature, a equipe liderada pela bióloga celular, dra. Jeanne Lawrence, estudou os efeitos do gene chamado XIST, um velho conhecido dos pesquisadores e presente em todos os mamíferos placentários. Os seres humanos possuem 23 pares de cromossomos, sendo 22 iguais entre homens e mulheres e o último par, formado pelos cromossomos X e/ou Y. Esse gene em questão é o responsável por desativar o segundo cromossomo X que cada mulher possui, de modo a balancear a expressão dos genes presentes no cromossomo (já que o homem só possui um). A trissomia ocorre quando um cromossomo a mais aparece em um dos pares, sendo a mais comum a trissomia dos pares 21, causadora da Síndrome de Down.

Fonte: Meio Bit.

Compartilhe