Alemanha desenvolve app para caçar nazistas

Por motivos até compreensíveis a Alemanha moderna não gosta de nazistas. Não compartilham do discurso de “liberdade de expressão” dos EUA, e não consideram que uma ideologia que matou 60 milhões de pessoas mereça ser ouvida, praticada ou preservada. Never Again é uma frase tão repetida em Berlim quanto em Jerusalém, mas sempre há um espírito de porco que, frustrado por sua vida ser um lixo, acha nos outros a justificativa pro próprio fracasso, então adere a movimentos neonazistas.

A polícia alemã está sempre de olho nessa gente, e agora arrumou uma ferramenta nova para identificar reuniões e programas relacionados com o filho menos popular da Dona Klara. É um app que estão apelidando de… Shazam Nazista.

A idéia é que da mesma forma que o Shazam identifica músicas normais, o Shazam Nazista seja programado com músicas de bandas punk neonazistas. Assim os policiais poderiam em segundos verificar se a festinha na esquina é inocente ou envolve letras racistas promovendo a ascensão do 4º Reich. Por enquanto ainda estão estudando as consequências jurídicas, não sabem se isso seria caracterizado como monitoramento ou se é o equivalente a um policial reconhecer a música e ir atrás da reunião do Partido.

Sinceramente espero que passe. Quanto menos nazistas, melhor. Exceto no cinema, ali eles são maravilhosos vilões. #TeamLanda

Fonte: meiobit

Compartilhe