Vazou no Brasil o vídeo de apresentação do Moto G 3ª geração

Aquele aparelho que vazou mês passado, o “XT1543”, enfim teve seu vídeo oficial de apresentação divulgado. Embora provavelmente contra a vontade da Motorola.

Trata-se do Moto G de 3ª geração, que era para ter sido apresentado oficialmente pela Motorola em evento na próxima semana. O caro Jean Prado do Tecnoblog descobriu um vídeo publicado no canal das Lojas Americanas que apresenta o novo aparelho da Motorola. Alguém da varejista percebeu que o vídeo foi a público, apagou o tal vídeo e o Jean lá deu um jeito, subindo uma cópia.

De acordo com o vídeo, o Moto G 2015 tem as seguintes especificações confirmadas:

  • tela de 5 polegadas com resolução HD;
  • processador Snapdragon 410 a 1,4 GHz (quad-core);
  • conexão 4G, com direito a versão dois chips;
  • certificação IPX7 (resistência à imersão em água doce por 30 min);
  • câmeras de 13 Mp (traseira) e 5 Mp (frontal);
  • flash (traseiro) com duplo LED;
  • versões com 8 ou 16 GB de armazenamento interno;
  • entrada para cartões micro-SD (com até 32 GB).

Segundo o Tecnoblog, o preço base do aparelho será de meros R$ 929. Na civilização, o preço é de 180 dólares.

Quase mil reais por um smartphone intermediário. Culpe a alta galopante do dólar, que atingiu hoje (23/07) o patamar de R$ 3,30. Não há incentivo fiscal que dê jeito nisso e a Motorola Brasil precisa lucrar também. Inclusive com acessórios como o novo Moto Hint, que vazou no início da semana.

Fonte: Tecnoblog

Compartilhe

Acordo reduz tarifas de games e eletrônicos em 80 países, mas não no Brasil

A Organização Mundial do Comércio (OMC) negociou, na última semana, um acordo comercial para eliminar as tarifas de importação em 80 países sobre 200 produtos eletrônicos, incluindo video games e semicondutores. O Brasil, no entanto, não se encontra entre as nações que irão aderir ao tratado.

O acordo, que deverá ser assinado pelos representantes dos países até o próximo final de semana, demonstrou a última grande negociação da OMC nos últimos 18 anos. Entre os beneficiados pelos cortes nas taxas estão os Estados Unidos, a China, a Coréia do Sul e as nações da União Europeia — todos integrantes do Tratado Internacional da Tecnologia da Informação (ITA).

O diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, comemorou pelo Twitter o sucesso do acordo no último sábado (18). “Estamos muito otimistas de que teremos um acordo final até o fim da próxima semana”, comentou o representante, que também é brasileiro.

Para defender o posicionamento do país, a Folha de S. Paulo ouviu o presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato. “Nunca quisemos participar do ITA”, comentou ele para o jornal.

“Se isso acontecesse, praticamente não teríamos mais indústria eletroeletrônica no país”, complementou, destacando os baixos preços dos itens chineses, os altos custos de produção no Brasil e o câmbio valorizado dos últimos anos.

Fonte: Tecmundo

Compartilhe

Oracle VirtualBox 5.0 disponível

Esta versão da Oracle VM VirtualBox 5.0 traz melhorias importantes no quesito segurança, tais como a capacidade de proteger imagens virtuais usando criptografia. Roda o algoritmo AES (128 ou 256 bits) com o modo de criptografia XTS, que estabelece uma senha para iniciar a máquina virtual.

Além disso, agora é capaz de suportar USB 3.0. Sistemas convidados (Guest OS) serão capazes de reconhecer esses dispositivos e usufruir de toda a sua velocidade de transferência, como se estivesse em um ambiente real. Inclusive, será possível configurar USB 1.1 e 2.0.

O recurso de arrastar e soltar (drag & drop) também foi melhorado, especialmente para copiar arquivos e diretórios. Uso bi-direcional – entre VMs e hospedeiro.

Agora, o VirtualBox suporta iniciar máquinas virtuais em background (segundo plano) com um processo de front-end separado que pode ser fechada enquanto a máquina virtual continua trabalhando.

Outro recurso novo, e importante, é o suporte a Paravirtualização em clientes Windows e Linux, o que melhora substancialmente o desempenho do sistema operacional convidado (guest OS).

Como baixar?

No site da Oracle, além do anúncio oficial, você encontra binários da versão disponível para Ubuntu, Debian, Fedora e openSUSE – acompanhados do Extension Pack, recurso usado para adicionar novas capacidades.

Já na instalação via repositório, você deve aguardar a atualização dos repositórios da sua distro – para evitar problemas de dependências.

Fonte: Linux Descomplicado

Compartilhe