Mercado Livre compra empresa de serviços de frete por R$ 26 milhões

A empresa de comércio eletrônico Mercado Livre anunciou nesta terça-feira (7) a compra da empresa de serviços de frete Axado por R$ 26 milhões, em estratégia para reforçar a área de logística da companhia.

A Axado presta serviços de cálculo de frete para mais de 2.500 lojas online e conta com 580 transportadoras integradas.

“A aquisição visa ampliar os serviços da unidade de negócios de logística do Mercado Livre, Mercado Envios, que oferece tecnologia de frete e coleta de mercadorias junto a transportadoras parceiras”, afirmou o Mercado Livre em comunicado.

A compra ocorreu pouco mais de um ano depois que o Mercado Livre adquiriu a provedora de software para comércio eletrônico KPL por pelo menos R$ 50 milhões.

O Mercado Livre tem presença em 19 países da América Latina, com mais de 145 milhões de usuários cadastrados.

Fonte: Época Negócios

Compartilhe

Krita – software livre para ilustração, pintura digital e, agora, com suporte a animação 2D

Krita é uma poderosa ferramenta para criação de ilustração e pinturas digitais. Além disso, pode ser usado para retoques e manipulação de fotografia, conversor de formatos; pois suporta vários modelos de cores e pintura HDR. Por sua vasta coleção de pincéis, filtros, texturas e outros recursos, é amplamente usada por designers para criação de “concept arts”, histórias em quadrinhos, renderização de texturas, entre outros. Com lançamento da versão 3.0, novos recursos foram divulgados; entre eles: o suporte para animação Frame-By-Frame e a capacidade de trabalhar com grandes telas e pincéis, devido a funcionalidade de visualização instantânea.

O SOFTWARE KRITA

É uma aplicação nativa do KDE destinada para criação de ilustração e pinturas digitais. É robusta, pois oferece muitos recursos que não existem em nenhum outro editor de imagens gratuito. Como por exemplo: esquema de cores RGBA, Cinza, CMYK, Direito, YCbCr, XYZ em 8 bits inteiro, 16 bits inteiro, 16 bits de ponto flutuante, 32 bits de ponto flutuante, profundidade de 8 a 32 bits em cada canal, layers pseudo infinito, gestão de cores, filtro de equilíbrio de cores, ferramentas de clone para camadas bases, e muito mais!

Além disso, é uma ferramenta software livre projetado para artistas conceituais, ilustradores, artistas fosco e textura. Sua primeira versão foi lançada em 2005; e desde então tem tido um crescimento enorme. Pois, oferece muitos recursos inovadores para ajudar amadores e profissionais a realizarem seus trabalhos. Assim, diferentemente do GIMP, o Krita tem um nicho próprio de usuários e profissionais.

KRITA 3.0 – UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO

Em 31 de maio de 2016, a Fundação Krita lançou mais uma nova versão da sua poderosa ferramenta de desenho. Por volta de 6 meses de desenvolvimento, essa versão foi totalmente portada para a geração Qt 5. Além disso, possui suporte para animação Frame-By-Frame e permite trabalhar com grandes telas e pincéis, graças à funcionalidade de visualização instantânea.

Muitos dos novos recursos foram financiados pela campanha do Kickstarter, em 2015. Em 2016, uma outra campanha Kickstarter foi divulgada e ainda está em vigor. O financiamento dessa campanha será usado na versão 3.1, prevista para o final de 2016.

Entre as diversas funcionalidades divulgadas, destaco o suporte a animação True Blue 2d Frame-By-Frame, fluxo de trabalho mais rápido, melhorias para atalhos, guias e grades de encaixe, vários novos filtros (filtros e plugins como o G’MIC), aperfeiçoamentos na interface do usuário e um novo manual.

Houve também, comparadas com a versão 2.9, uma mudança de onde são salvas as configurações e recursos da aplicação. Isso permite que ambas versões possam ser usadas simultaneamente, sem conflitos. Segue tutorial, oficial, sobre a migração dessas configurações.

Para acompanhar um review completo da nova versão, assista o vídeo no início da postagem ou através desse link.

DOWNLOAD E INSTALAÇÃO

O Krita é multiplataforma. Contudo, até o momento, a versão 3.0 ainda não está disponível nos repositórios oficiais das principais distribuições GNU/Linux. Contudo, através da AppImage – ferramenta que permite executar aplicações Linux independente da distribuição usada, é possível testar esta última versão (apenas 64 bits).

Para baixar essa aplicação AppImage, acesse aqui.

Fonte: Linux Descomplicado

Compartilhe

Xiaomi compra patentes da Microsoft e leva Skype e Office aos seus smartphones

A Microsoft concordou em transferir algumas de suas patentes para a Xiaomi, integrando os planos da fabricante de smartphones chinesa de entrar no mercado norte-americano e avançar em outros.

O acordo entre a Xiaomi e Microsoft também cobre o uso do Microsoft Office e Skype em smartphones Android e tablets da companhia chinesa, de acordo com um comunicado enviado pela Microsoft nessa terça-feira.

Segundo informações do Wall Street Journal, a Xiaomi comprou cerca de 1.500 patentes da Microsoft e ainda está assinando um licenciamento cruzado para outras patentes da empresa de Redmond.

“Expandir a parceria entre Xiaomi-Microsoft: novo acordo para Office & Skype pré-instalados, licença cruzada IP e acordo de transferência de patente”, escreveu o vice-presidente da Xiaomi, o brasileiro Hugo Barra, em sua página no Twitter.

No entanto, ainda não ficou claro se a Microsoft vendeu patentes relacionadas ao Android para a Xiaomi.

“Imagino que a Microsoft gostaria de manter suas patentes Android, e provavelmente não as venderia”, disse Bryan Ma, vice-presidente da consultoria IDC.

“De qualquer forma, a Xiaomi está tentando construir seu portfólio de patentes, particularmente para ajudar seus esforços internacionais, então isso soa como um ótimo impulso”, disse Ma. O acordo também dá ao ecossistema da Microsoft mais usuários em potencial, algo que tem se tornado cada vez mais importante para a companhia do que o Windows.

De acordo com analistas, a companhia chinesa tem mirado o mercado americano há um tempo, mas aparentemente resistiu devido a preocupações sobre processos por infração de patentes, que se tornaram uma parte relativamente comum às fabricantes de smartphones para manter suas rivais fora do lucrativo mercado americano. A entrada da Xiaomi na Índia, por exemplo, resultou em um processo por infração de patentes movido pela Ericsson.

Sob o acordo com a Microsoft, que se inicia a partir de setembro, aparelhos Android Xiaomi, incluindo o Mi 5, Mi Max, Mi 4s, Redmi Note 3 e Redmi 3, virão com os seguintes aplicativos pré-instalados: Microsoft Word, Excel, PowerPoint, Outlook e Skype. Ofertas específicas devem variar de acordo com o aparelho e operadora. Segundo a Microsoft, o acordo também cobre o Windows 10 para o Mi Pad e o Microsoft Azure alimentando o serviço Mi Cloud.

A Microsoft assinou com um grande número de fornecedores de smartphones Android para o seu programa de licenciamento de propriedade intelectual que os protege de processos por violação de patentes. A companhia assinou mais de 1.200 acordos desde que o lançou em dezembro de 2003.

Fonte: IDGNow

Compartilhe