Bancos negociam para trazer Apple Pay ao Brasil

Os dois maiores bancos do Brasil já negociam com a Apple para trazer a solução de pagamentos da companhia ao país. De acordo com fontes ouvidas pela Época, Bradesco e Itaú chegaram a se reunir com a empresa da maçã, mas ainda não há data para a estreia do Apple Pay por aqui.

Na teoria, existe infraestrutura para que o serviço funcione no Brasil, porque só é preciso um aparelho como iPhone 6 ou 6 Plus e máquinas de pagamento compatíveis com NFC, tecnologia escolhida pela Apple para fazer a comunicação com os aparelhos e que está presente em quase 80% dos terminais da Cielo e da Rede – maiores fornecedoras dessas máquinas no Brasil.

A questão para nos bancos, que emitem os cartões de crédito e débito; são eles que precisam fazer as modificações finais para que o Apple Pay opere normalmente. As negociações só não devem caminhar rapidamente porque a alta demanda dos varejistas no Estados Unidos fez com que a própria Apple freasse a expansão da novidade para outros países.

Compartilhe

Em 3 dias, Apple Pay registra mais de 1 milhão de cartões de crédito

Em apenas 72 horas, mais de 1 milhão de cartões de crédito haviam sido registrados no Apple Pay, segundo o CEO da companhia, Tim Cook.

fone

A plataforma de pagamentos eletrônicos foi mostrada ao mercado junto com os novos aparelhos da marca, estando disponível nos iPhones 6 e 6 Plus e nas versões mais recentes dos iPads Air e mini.

Para funcionar, o Apple Pay precisa guardar o número do cartão do usuário, que a partir de então não precisa mais carregá-lo quando tiver de fazer uma compra: basta estar com o aparelho da Apple. “Estamos apenas começando, mas o salto inicial parece fantástico”, comentou o CEO, conforme reporta o Re/Code.

Fonte: Olhar Digital

Compartilhe