Microsoft confirma suporte a extensões no navegador Spartan

A Microsoft parece finalmente estar perto da era moderna dos navegadores com o Spartan, codinome para o futuro browser da empresa que acompanhará o Windows 10. A equipe de desenvolvimento confirmou pelo Twitter que extensões estão nos planos para uma futura atualização do Spartan.

Hoje o Internet Explorer 11 já aceita alguns complementos, mas é algo diferente do que é possível encontrar nos concorrentes Chrome ou Firefox, . A intenção da Microsoft, segundo o site The Verge, é criar uma plataforma que permite que os desenvolvedores da Chrome Web Store façam o port de suas criações com mais facilidade para o novo navegador do Windows 10.

Até agora, a Microsoft apostava na tecnologia ActiveX, já consideravelmente ultrapassada, para ampliar as funcionalidades do Internet Explorer. Ao que tudo indica, a empresa está pronta para uma mudança radical.

Ainda não sabemos qual será o nome final do Spartan quando for lançado, mas a certeza é que a Microsoft quer distanciá-lo do Internet Explorer como conhecemos. O antigo navegador ainda deve ser distribuído com o Windows 10 por questões de retrocompatibilidade, mas o novo deve encabeçar os esforços da empresa com o novo sistema operacional.

O Spartan terá um novo motor de renderização chamado Edge, e vários outros recursos novos, como integração com a assistente Cortana, possibilidade de fazer anotações com rabiscos em telas de toque e comentários em uma página web, e um novo modo de leitura. Ainda não se sabe se ele será lançado para outras versões do Windows.

Fonte: Olhar Digital

Compartilhe

Twitter se prepara para competir com WhatsApp

Liberar a troca de DMs (mensagens diretas) entre usuários que não se seguem foi o primeiro passo para uma nova empreitada do Twitter. Segundo o AllThingsD, a rede de microblogs prepara uma ferramenta que permitirá a troca de mensagens instantâneas.

ttt

A ideia é entrar num mercado já dominado por aplicações como WhatsApp, Line, Skype etc., cuja ascensão forçou operadoras e empresas como Facebook a lançarem funções semelhantes.

Três pessoas “familiarizadas com o assunto” informaram sobre o assunto, mas o Twitter se recusou a falar. E não ficou claro se surgirá um app separado ou se o próprio Twitter carregará a nova funcionalidade. Seja como for, a novidade sai até o final do ano.

Fonte: Olhar Digital.

Compartilhe

Twitter: Brasil Lidera Pedidos de Remoção de Conteúdo

A equipe do Twitter divulgou na última quarta-fera, 31 de julho, seu terceiro relatório de transparência, relacionado ao primeiro semestre de 2013. O relatório apresenta uma listagem de solicitações recebidas para a retirada de conteúdos por parte de organizações governamentais e outros detentores de direitos. Nesse contexto, o Brasil foi o país que mais solicitou a retirada de conteúdos do ar, sendo responsável por 9 dos 21 pedidos encaminhados no período, e aparece entre os líderes em pedidos de informações.

twitter-shortcuts

Além disso, o Brasil ainda é destaque como o país onde o Twitter foi forçado a retirar uma conta do ar, por ordem judicial, pelo crime de difamação. O governo americano é o que mais realiza pedidos de informações sobre seus usuários. De acordo com o relatório apresentado pelo serviço de micro blog e rede social Twitter, somente nos primeiros seis meses do ano, as autoridades federais americanas realizaram mais de 900 pedidos sobre informações de 1.319 contas específicas. O número em questão, inclusive, deixa bem a mostra um grande aumento em relação às solicitações efetuadas no mesmo período do último ano, o que atinge mais de 800 usuários.

Fonte: under-linux.

Compartilhe

Twitter começa a traduzir posts

Sem comunicado oficial, o Twitter começou nos últimos dias a disponibilizar tradução automática dos posts  na versão web por meio do Bing, conforme nota o site The Verge.
20120730095324
De acordo com as informações, a funcionalidade está disponível para um pequeno grupo de usuários e ainda não se sabe quantos idiomas, nem quais deles, foram incluídos na fase inicial de testes.

A integração já havia acontecido no mobile. Na semana passada, a atualização oficial do aplicativo do Twitter para Windows Phone trouxe o sistema do Bing para quem usa o microblog em smartphones.

Fonte: Olhar Digital.

Compartilhe

Turquia intima Twitter a abrir escritório no país

Desde a Primavera Árabe, em 2010, o Twitter vem sendo apontado como importante ferramenta de comunicação por manifestantes ao redor do mundo  inclusive, atualmente, no Brasil. E, numa aparente tentativa de frear o potencial da rede de microblogs nos eventos do país, a Turquia pediu à empresa que monte um escritório por lá.20120725112141

“Dissemos para as mídias sociais que se você opera na Turquia deve respeitar a legislação turca”, informou o ministro de Transportes e Comunicações, Binali Yildirim, segundo a Reuters.

No começo das manifestações anti-governo, a mídia local ignorava os ocorridos, mas serviços como Twitter e Facebook foram fundamentais para levar ao mundo o que estava acontecendo. O primeiro-ministro turco, Tayyip Erdogan, chegou a descrevê-los como um “flagelo” usado para disseminar mentiras.

Durante essa leva de protestos, dezenas de pessoas foram presas no país sob suspeita de incitar tumultos por meio das redes sociais.

Fonte: Olhar Digital.

Compartilhe

Hackers do Anonymous invadem conta de Dilma Rousseff no Instagram

O grupo Anonymous, responsável por diversas violações de contas na internet, hackeou na última segunda-feira (17/6) a conta da presidente da República, Dilma Rousseff, no Instagram. À noite, o  perfil foi retirado do ar.
dilmainstagramAlém da presidenta, a revista Veja, da Editora Abril, teve seu Twitter afetado no início da tarde de segunda-feira, 17. O site do PMDB também foi hackeado. De acordo com O Globo, o grupo colocou, abaixo da imagem do personagem “V de Vingança”, uma mensagem para a presidente: “SENHORA PRESIDENTA DA REPÚBLICA OU A SENHORA FAZ ALGUMA OU O BRASIL VAI PARAR. NÓS NÃO VAMOS TOLERAR MAIS. O GIGANTE ACORDOU.

Fonte: Olhar Digital.

Compartilhe

Twitter Core App Cancelado para Ubuntu Touch

Em nome da Canonical, o engenheiro de software Robert Bruce Park, confirmou os seus planos de cancelar o Twitter Core App para Ubuntu Touch. O Twitter Core App foi um dos principais aplicativos direcionados pelo desenvolvimento colaborativo, de contribuintes que desempenham um papel importante na comunidade Ubuntu. Na lista de discussão relacionada ao Ubuntu Phone, Robert Park informou que “até o momento, o Twitter Core App foi cancelado devido às negociações que estão sendo feitas com o Twitter. Então, infelizmente, o aplicativo oficial do twitter será um navegador direcionado para m.twitter.com.

Robert Park, em conversas anteriores na lista de discussão, destacou o fato de que os usuários que eventualmente comprassem os primeiros Ubuntu Phones iriam reagir mal à falta de um Twitter oficial ou aplicativo do Facebook, e que seria bastante complexo o fato da Canonical comprar os direitos de usar a marca Twitter na próxima plataforma. Além disso, não está claro sobre como as negociações falharam e como isso poderia refletir sobre a plataforma Ubuntu Touch UI.

Fonte: underlinux

Compartilhe